Baixas temperaturas exigem cuidados com os equinos


A estação mais fria do ano exige cuidados especiais com os cavalos, engana-se quem pensa que os animais criados em campo, estão acostumados com às baixas temperaturas, são justamente eles, que precisam de atenção neste período do ano. 

Algumas doenças podem aparecer durante esta época, a influenza equina, que é a gripe dos cavalos, e a adenite, conhecida como garrotilho. 

Alguns cuidados ajudam a diminuir as chances desses problemas durante o inverno. 

· O primeiro deles, é a vacinação. Muitas doenças podem ser prevenidas por meio da imunização, neste caso, o ideal é procurar um médico veterinário. 

· É importante que seja disponibilizado um abrigo para proteger os animais do vento e da chuva. Em dias de muito frio o recomendado é abrigar o cavalo, principalmente no período da noite. 

· A água ingerida pelo animal também pode ser um problema, em locais muito frio, é possível que ela esteja excessivamente gelada. O ideal é abastecer o abrigo com água e só depois soltar os animais. 

· Oferecer pasto e rações com maior nível de energia também é essencial. Uma boa alimentação ajuda a manter o calor. 

· Os animais habituados com o banho diariamente, podem manter a rotina, mas o ideal é que ele seja realizado no início da tarde, e o animal tenha todo o resto do dia para se secar e não passar a noite molhado. 

Com o surgimento de alguns sintomas é possível detectar a gripe ou a garrotilho. Tosse e sintomas respiratórios, iguais aos dos humanos, como coriza e movimento semelhante a espirro são os mais comuns. 

A coriza é quase sempre clara na primeira fase da garrotilho e passa a ser mais espessa e purulenta na fase da adenite. 

Com os cuidados necessários é possível que seu animal enfrente a estação mais fria do ano com tranquilidade. 

Mas em caso de dúvida, o ideal é procurar um médico veterinário.

Comentários