Postagens

Como os animais de estimação podem fazer parte da ceia de Natal

Imagem
O fato de os animais não poderem comer todas os pratos de uma ceia de Natal não significa que eles não devem participar da festa.
O Natal é o momento do ano em que toda a família costuma se reunir. Pais, filhos, tios, primos, avós e netos sentam juntos à mesa pra se deliciar com a ceia de Natal e tem momentos de muito divertimento com a troca de presentes, por exemplo. Mas, geralmente, tem alguém que fica de fora dessa história: o animal de estimação.
Mesmo que o gato ou o cachorro da casa seja considerado um membro da família, ele não pode comer a maioria, ou se não todas, as comidas que pertencem a ceia de Natal . Então, a maior parte das pessoas prefere não ter muito trabalho e mantê-los fora da confraternização.
Entretanto, é possível preparar uma ceia para eles ao mesmo tempo que está cozinhando a dos humanos. Tudo de forma muito saudável e sem ter muito trabalho. Para evitar o transtorno do animal ficar pedindo comida para a visita ou que ele coma o que não pode, é preciso prestar …

Fatores essenciais para o desenvolvimento saudável do potro

Imagem
Listamos abaixo cinco fatores que são essenciais para o desenvolvimento saudável do potro.
O primeiro fator é a Nutrição Fator que ocorre na fase do desenvolvimento, crescimento e formação da estrutura óssea e muscular do potro. Opte por uma ração de boa qualidade e específica para potros. Saiba mais consultando um veterinário.
O segundo fator é o Casqueamento Recomendamos que a cada trinta(30) dias seja feito o casqueamento no potro para que os cascos cresçam equilibrados e não afetem os aprumos dele.
O terceiro fator é a Vermifugação A recomendação é que vermifugue seu potro no mínimo a cada sessenta(60) dias. Não descuide disso, pois muitos problemas de cólicas futuras podem ser evitados se o potro for bem vermifugado desde o início.
O quarto fator são os Exercícios Além dos exercícios que você pode fazer com seu potro, procure deixá-lo sempre solto e com espaço para correr. Potros precisam fortalecer suas musculaturas e essa é a forma mais prática para desenvolvê-los.
O quinto fator é a Va…

Mastite clínica e mastite subclínica: sintomas, prevenção e tratamento

Imagem
A mastite é classificada como inflamação da glândula mamária, que pode ser gerada por bactérias e fungos, que atingem um ou mais quartos mamários de uma vaca. Há dois tipos de mastite.
Mastite clínica Causa sinais clínicos na aparência do leite e do úbere do animal infectado
Mastite subclínica Não apresenta sinais clínicos no leite e só pode ser identificada por testes como o CMT (California MastistTest).
Agentes causadores Os microrganismos causadores de mastite são divididos em espécies contagiosas ou ambientais. A distinção entre estes dois tipos de microrganismos depende, principalmente, de sua forma de transmissão. O perfil de bactérias contagiosas é caracterizado pela transmissão de vaca para vaca, enquanto o perfil de transmissão ambiental é caracterizado pela infecção da vaca por bactérias de origem do ambiente.
Quais são os sintomas de vacas com mastite?
Vacas de leite com mastite clínica apresentam:
- inflamação no úbere e tetos; - mudanças na composição do leite, como a diminuição no…

Vai viajar nas férias? Planeje com antecedência o que fazer com seu pet

Imagem
O número de abandono de animais é alarmante nos períodos de férias. Para quem ama pets isso parece um absurdo, mas verdade é que muita gente ainda deixa seus cães e gatos para trás apenas para poder desfrutar de viagens ou de um período longe de casa por conta das festas de fim de ano.
Quando optamos por ter um animal em nossas casas, independentemente da espécie, precisamos saber que trata-se de uma responsabilidade que assumimos por anos e, por isso, é de suma importância planejarmos bem o que faremos com eles durante nossas férias.
Se para você não é viável passar as férias longe do seu pet, busque por hotéis ou pousadas que aceitam que animais de estimação se hospedam junto com seus pais humanos. A maioria oferece opções específicas de acordo com o porte e espécie do pet, alguns indo bem além dos mimos e permitindo que durmam na cama, como fariam em casa, e possam até usufruir de algumas áreas comuns da hospedaria.

Meu Pet pode tomar calmante?

Imagem
Não importa a situação: você nunca deve medicar seu pet por conta própria!
Quando falamos se cachorros podem tomar calmantes, a resposta é: depende. Alguns animais são extremamente medrosos e entram realmente em pânico em determinadas situações.
Em casos de estresse extremo, como quando soltam fogos de artifícios com sons, quando possuem ansiedade de separação e ficam longe de seus pais humanos por algum motivo, pode ser indicado o uso de alguns produtos com propriedades calmantes.
Medicamentos humanos não devem ser dado aos cães, a menos que isso seja feito sob a orientação de um médico veterinário.
É comum que em grupos e redes sociais as pessoas “troquem receitas” sobre produtos que deram certo com seus cães, mas isso pode ser extremamente perigoso – já que o uso incorreto e indiscriminado de alguns medicamentos pode ser até mesmo fatal.
Muitas vezes, um trabalho comportamental já pode o ajudar – e muito – a ficar mais calmo e tranquilo sem precisar de calmantes artificiais.

Cuidados com os pets nas comemorações de fim de ano

Imagem
É muito comum que cães e gatos tenham medo e se assustem com os barulhos emitidos por esse tipo de produto, mas é nosso papel minimizar o desconforto e oferecer um pouco de bem-estar para eles.
Nos dias de comemoração, é indicado que deixe um canto especial para que o pet possa se recolher caso se sinta inseguro. Muitos cachorros e gatos gostam de se esconder e ficar mais quietos quando não se sentem bem. 
Evite dar muita comida e água para o seu pet antes do horário em que mais costumam soltar fogos de artifício. Com o estômago cheio e a agitação, alguns cachorros podem ter “torção gástrica”. Episódios de vômitos e diarreia também são frequentes em casos de estresse.
Opte por uma refeição light ao final da tarde, independentemente se seu animalzinho é um cachorro ou um gato. A comida também costuma servir para distraí-lo durante a “virada”, mas se isso não for feito da maneira correta, reforçará ainda mais seu medo.
Fique atento! As fugas e acidentes costumam acontecer especialmente no A…

Garanta uma boa saúde dos bezerros combatendo as coccidioses com Taurotec®

Imagem
Umas das principais causas de diarreias em bezerros é a Coccidiose, doença que acomete as células intestinais causando diminuição da absorção de nutrientes e impacta diretamente no desempenho com diminuição do ganho de peso. Em casos mais severos e com alta contaminação dos animais a coccidiose pode causar mortalidade.
Garanta uma boa saúde dos bezerros combatendo as coccidioses com Taurotec®, o aditivo ionóforo que pode ser adicionado à suplementação do seu animal. Converse com seu médico-veterinário.
Taurotec® Taurotec® é um aditivo nutricional amplamente utilizado no mundo como melhorador de desempenho e de eficiência alimentar, pois sua formulação contém 15% de lasalocida sódica, molécula exclusiva da Zoetis e único ionóforo bivalente do mercado. Sua potente ação sobre bactérias indesejáveis no rúmen resulta em melhor aproveitamento do alimento consumido pelo animal, pH ruminal mais estável e menor perda de energia associada à produção de gases (metano e CO2). Esta associação represe…

Dificuldade na aquisição de matéria prima fez com que frigoríficos elevassem pagamento pela arroba

Imagem
Mercado calmo, com poucos negócios na última segunda-feira, 3 de dezembro, porém, a cotação da arroba do boi gordo subiu em sete praças pecuárias. A pouca oferta de boiadas pressionou as cotações onde as indústrias não conseguiram alongar as escalas de abate na semana passada.
Este foi o caso das regiões Norte de Minas Gerais e de Belo Horizonte-MG. Nesta última, a alta foi de 0,3% e as escalas de abate atendem, em média, três dias, o que abriu espaço para negócios acima da referência.
Em Rondônia a valorização foi de R$ 1/@. A dificuldade em adquirir matéria-prima vem desde novembro. A arroba subiu 1,5% desde o início do último mês.
No mercado atacadista a maior demanda de início de mês pressionou positivamente as cotações da carne com osso. O boi casado de animais castrados ficou cotado em R$9,97/kg, alta de 0,5% na comparação diária.
Fonte: Scot Consultoria

Dezembro Verde - Diga Não Ao Abandono de Animais

Imagem
Estamos no período de festas e viagens e, infelizmente, muitos animais são abandonados nessa época. É triste, pois eles acabam sofrendo nas ruas com maus-tratos, fome e doenças. Há pessoas que deixam o animal sozinho em casa, mas também é perigoso.
Se você vai viajar e não pode levar seu pet, deixe com uma pessoa de sua confiança. Cuide do seu amigo com carinho, respeito e amor. Além de ser um ato cruel, abandonar e maltratar animais é crime previsto em Lei de Crimes Ambientais (lei federal nº 9.605/1998).
É a VetBR no Dezembro Verde contra o abandono de animais.

VetBR é o Distribuidor que mais faturou em 2018 na Rede do Campo.

Imagem
Durante um evento realizado na última quinta-feira (22), no salão do Hotel Fênix, em Varginha, a VetBR recebeu o troféu de maior faturamento de 2018.
A reunião foi realizada entre a Rede do Campo e seus parceiros e teve como objetivo a prestação de contas e resultados do ano.
Com um crescimento de mais de 40% em resultados, em 2018, a Rede do Campo estima que em 2019 a expansão seja ainda mais significativa.
Foram apresentados no evento o planejamento de Marketing para 2019 que contempla a adesão de mais lojas associadas e a criação de um Centro de Distribuição.
A VetBR se orgulha em fazer parte da Rede do Campo.