Gentileza, gera gentileza. Adote!


Se você mora em uma grande cidade, com certeza já reparou na quantidade de animais abandonados que vagam pelas ruas. Por não terem acesso aos cuidados adequados, esses bichinhos acabam se tornando vetores de doenças, passam frio, fome, sede e estão super suscetíveis a maus-tratos.

Motivos para adotar um cãozinho
Animais de rua estão sujeitos a vários tipos de maus-tratos e riscos de vida. Ao adotar, você garante que este animal tenha uma chance de sobreviver e de desfrutar de uma vida feliz e saudável com alguém que se importa com ele.

Ao mesmo tempo em que você faz bem para o cachorro, ele também se esforça para proporcionar momentos de alegria para sua vida. Na verdade, o sentimento de felicidade estará presente para a família toda.

Diversas pesquisas já comprovaram o bem que o cão provoca à saúde das pessoas, tendo em vista que ter um animal em casa resulta em passeios que estimulam os exercícios, melhoram a pressão sanguínea e evita que o tutor apresente indícios de depressão, ansiedade ou estresse.

Como o próprio nome já diz, adotar reflete em não gastar dinheiro comprando um animal. Além disso, os cães vira-latas adotados costumam ser mais resistentes que os de raça, por isso adoecem menos e, consequentemente, não geram tanta despesa.

O amor que o cachorro adotado traz para a vida do tutor carrega diversos ensinamentos e o principal deles é a gratidão. A partir de uma adoção as pessoas podem entender melhor o que significa ser grato, pois é exatamente este sentimento que o cão consegue transmitir.

Sair de casa para passear com o cachorro é um entretenimento até para você mesmo, que, ao encontrar um outro tutor de cão, passa a fazer uma nova amizade, compartilhando as histórias e peripécias de cada peludinho.

Deixe a sua vida ainda mais feliz, adote!

Comentários

Veja também

Como Alimentar Cães sem dentes?

VetBR e Alfa Distribuidora fecham acordo comercial de distribuição de produtos veterinários

Brasil torna-se maior exportador mundial de carne