Ração feita com insetos vira opção para rebanhos


Existem vários tipos de rações, que podem usar insetos inteiros, misturados entre sementes e frutas secas ou moídos tipo farinha.

O dinheiro gasto com a alimentação de rebanhos sempre foi motivo de preocupação para pecuaristas. A elevação do preço do milho e a falta do produto no mercado já provocou diversas crises no setor e, pensando nesta demanda, uma empresa do interior de São Paulo tem investido na fabricação de rações feitas com insetos.

Segundo a Safari Insetos, a ração pode ser aplicada na criação de peixes, aves, suínos, bovinos, equinos, ovinos e caprinos. “A busca cada vez mais frequente se dá pelo sucesso no fornecimento de insetos como alimentação animal. Ricos em vitaminas, e fontes de ácidos graxos e micronutrientes, a concentração proteica dos insetos é superior à concentração de proteínas em vacas, porcos e galinhas, por exemplo”, defende o engenheiro agrônomo e proprietário da empresa, Eduardo Matos.

Existem vários tipos de rações, que podem usar insetos inteiros, misturados entre sementes e frutas secas ou moído tipo farinha.

No Brasil, o inseto mais utilizado é o tenébrio comum (Tenebrio molitor), que é a larva de um besouro. Além da larva, as rações podem contar com grilos e baratas.

Eles são produzidos em uma fazenda no interior de São Paulo, de onde são destinados para o mercado ainda vivos, desidratados ou em forma de farinha.

Comentários

Veja também

Mastite clínica e mastite subclínica: sintomas, prevenção e tratamento

VetBR promove palestra sobre Comportamento Animal em Belo Horizonte

VetBR é o Distribuidor que mais faturou em 2018 na Rede do Campo.